Estas são as cidades mais antigas de Portugal

Muita gente sabe que Portugal é um dos países mais antigos da Europa. Mas será que sabem qual é a cidade mais antiga do país? Muitas delas foram erguidas e desapareceram pelas mais diversas causas, ainda envoltas em mistério e sem uma explicação comprovada. Entre as cidades que desapareceram estão Ammaia, no Alentejo. Outras foram simplesmente abandonadas e soterradas por novas construções, como Aeminium, em Coimbra.

Isso aconteceu em todo o mundo, cidades desapareceram e outras acabaram se sobrepondo a outras. Conheça abaixo as 7 cidades mais antigas de Portugal.

1 – Évora (anterior à formação de Portugal)

Conhecida pela sua imponente catedral, a bela cidade de Évora, erguida numa grande colina no Alentejo, é famosa também pelo Templo de Diana (uma construção romana), a capela dos Ossos e bela beleza das muralhas que cercam a cidade. De tão importante que é historicamente, Évora tem o selo da UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

A cidade é mesmo antiga: foi refundada pelos romanos como Ebora Cerealis e depois Liberalitas Julia, sobre um povoado celta em 27 a.C.. Até o ano de 1165 a cidade foi dominada pelos mouros quando acabou sendo reconquistada.

Centro Histórico de Évora (Foto: CME)

2 – Braga (anterior à formação de Portugal)
Braga é uma cidade localizada na região do Minho, no norte de Portugal, famosa pela suas belezas naturais, com muito verde e montanhas que a cercam. É uma das mais belas cidades portuguesas e também das mais religiosas, sendo uma das cidades cristãs mais antigas de todo o mundo. A Sé de Braga é um dos grandes destaques arquitetônicos da cidade e é a mais antiga do país.

A cidade de Braga é a segunda mais antiga de Portugal. Foi fundada pelos romanos no ano de 14 a.C. e seu primeiro nome foi Bracara Augusta sendo na altura a maior cidade em território hoje Português. É também conhecida como Cidade dos Arcebispos ou Roma Portuguesa.

Vista de parte de Braga desde o Santuário Nossa Senhora do Monte

3 – Porto (anterior à formação de Portugal)
A cidade do Porto é conhecida como a capital do norte de Portugal e a segunda maior cidade do país. É tão antiga (foi conquistada no ano de 868) que deu nome ao país e também ao vinho de mesmo nome conhecido e apreciado no mundo inteiro – o Vinho do Porto.

A cidade do Porto é chamada carinhosamente como invicta porque, desde sempre, afirmou a sua vontade contra imposições e invasores. Ela foi erguida nas colinas à beira da foz do Rio Douro, sua arquitetura é reconhecida mundialmente e o centro histórico da cidade é Patrimônio da Humanidade da UNESCO desde 1996.

Ribeira do Douro, na cidade do Porto

4 – Lamego (anterior à formação de Portugal)
Lamego é um importante centro urbano da região do Douro. Foi em Lamego, na Igreja de Almacave, que Dom Afonso Henrique reuniu as Primeiras Cortes, quando Portugal nasceu como nação independente. Na cidade foi construída uma das igrejas mais imponentes de Portugal, o Santuário Nossa Senhora dos Remédios, no alto de uma montanha.

A economia da cidade se desenvolveu, desde os tempos antigos, pelo cultivo das vinhas que deram origem a vinhos famosos e de qualidade. Além disso, a região explora há séculos a cultura das oliveiras e das cerejas. Lamego foi reconquistada dos Mouros no ano de 1057.

Lamego ao fundo, avistada desde o Santuário Nossa Senhora dos Remédios

5 – Viseu (anterior à formação de Portugal)
Cercada de verde por todos os lados, a bela cidade de Viseu nasceu bem no centro de Portugal. Está localizada em um planalto rodeado por montanhas e limitada por dois rios. A cidade recebeu o prêmio de preservação dos seus espaços verdes, um exemplo para o país.

Na cidade o destaque fica por conta da sua antiga e imponente Sé, erguida durante a ocupação romana. Viseu foi reconquistada dos mouros em 1057.

A Sé de Viseu (Foto: CMV)

6 – Coimbra (anterior à formação de Portugal)
Coimbra é famosa por ser a sede da universidade mais antiga do país e uma das mais antigas do mundo, fundada em 1290. É a cidade mais importante a sul do Rio Douro e foi durante algum tempo a residência do Conde Dom Henrique e Dona Teresa, pais do primeiro rei de Portugal, Dom Afonso Henriques, que nasceu na cidade. Por sua mão, é integrada em território português em 1131.

A cidade foi reconquistada aos mouros no ano de 1064. Logo depois da reconquista, a cidade se tornou capital do reino e alguns dos monumentos mais importantes da cidade foram erguidos: a Sé Velha e as Igrejas de São Tiago, São Salvador e Santa Cruz, em representação da autoridade religiosa e das várias ordens que aqui se estabeleceram.

Coimbra e seu centro histórico

7 – Lisboa (anterior à formação de Portugal)
Lisboa surgiu sobre 7 colinas sobre o rio Tejo e por isso é montanhosa e repleta de ruelas e miradouros de tirar o fôlego. É conhecida como a Cidade das Sete Colinas. Lisboa se tornou capital do país desde a sua conquista dos Mouros em 1147, e é uma cidade lendária com mais de 20 séculos de história e o mais importante pólo turístico do País.

As opções são muitas: museus, igrejas, miradouros, edifícios pombalinos da Baixa com fachadas de azulejos, as famosas e estreitas ruas medievais dos bairros típicos de Alfama e do Bairro Alto e jardins, muitos jardins. Essas são apenas algumas das opções que a capital portuguesa oferece!

Lisboa e seu ensolarado horizonte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui