Três paraísos para se descobrir em Portugal

Quando visitamos um país, queremos descobrir aqueles lugares especiais, mas sem tantos turistas, que muitas vezes acabam interferindo na paisagem e mudando um pouco as características originais das localidades. Isso porque são abertas lojas, restaurantes e há muito mais gente circulando do que seria normal se não fossem os visitantes.

Para quem quer visitar locais mais autênticos e sem tanta influência turística (mas com estrutura para receber bem quem lá chega), eu indico três lugares em Portugal que são verdadeiras jóias, quase paraísos mesmo, que você não pode deixar de conhecer. Por estarem mais distantes dos grandes centros, essas vilas e aldeias ainda preservam suas características originais e não fazem parte dos roteiros do turismo de massa.

Marvão

Localizada quase na fronteira com a Espanha, Marvão é uma cidade dentro das muralhas de um castelo, no topo de uma montanha e é repleta de história e com vistas deslumbrantes para a bela região do Alentejo, onde se localiza.

Toda a tranquilidade e beleza de Marvão e suas casas típicas e ruas de pedra

A pequena vila, distante pouco mais de 230 km da capital, foi construída no tempo dos Mouros, o que se percebe pela arquitetura com suas típicas casas alentejanas pintadas de branco. Passeia-se por toda a vila em poucas horas e há muito o que ver. Vale mesmo a pena apreciar a beleza de Marvão.

Monsanto

Também na fronteira com a Espanha, mas mais para norte, se localiza aquela que é considerada por especialistas em turismo e patrimônio como a aldeia mais portuguesa de Portugal, construída entre blocos de pedras de grandes dimensões e em perfeita harmonia com o ambiente que a rodeia.

Uma rua típica de Monsanto, com casas de pedra e muito íngrime

Além das impressionantes casas que nasceram ao lado de enormes pedras (portanto nada simétricas), a vila de Monsanto é uma surpresa para quem a visita. Cheia de cantos e recantos, a dica é percorrer a suas ruelas e descobrir um mundo novo, apesar de parecer que você está na Idade Média. Monsanto fica a pouco mais de 270 km de Lisboa.

Monsaraz

A mais perto da capital das três vilas que eu indico neste texto, Monsaraz fica à pouco mais de 180 km de Lisboa. Situada no topo de um montanha, também perto da Espanha, que inclusive, conseguimos avistar do topo da vila, ela está às margens do maior lago artificial da Europa, o Alqueva.

Uma ruela típica de Monsaraz. Ao fundo, fora das muralhas, o fim de Portugal. Espanha é logo ali

A pequena vila alentejana também tem suas casas pintadas de branco e suas ruas de xisto deixam todos boquiabertos com tamanha beleza. A dica de ouro aqui é se perder pelos becos e ruelas, percorrer as muralhas e observar o pôr-do-sol na planície alentejana.

Difícil escolher qual delas é a mais bela. Por isso, conheça as três. Vale muito a pena. E nós do Portugal Afora podemos te levar lá.

*Na foto de capa, o maior lago artificial da Europa, o Alqueva visto desde Monsaraz.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui